Daqui Dali

Um pouco do mundo, um mundo de coisas. Da vida, da sua e da minha. DAQUI E DALI.

Arquivo da Categoria ‘Tecnologia’

Uma ideia luminosa para aumentar a segurança dos ciclistas

sexta-feira, 26 de junho de 2015

 

 

 

Além de ser um excelente exercício e ajudar a aliviar o estresse, a bicicleta começa a ganhar espaço nas capitais brasileiras como um meio de transporte não-poluente e que colabora para diminuir o trânsito.

 

Todas essas vantagens, no entanto, podem perder espaço por conta do medo da convivência dos cliclistas com os automóveis, uma vez que os motoristas nem sempre sabem o que os condutores das bikes vão fazer em seguida.

 

Para evitar acidentes, o designer Elnur Babayev, do Azerbaijão, teve a ideia de criar o Cyclee, um dispositivo que projeta sinais luminosos nas costas de quem está pedalando. Isso é feito através de um chip conectado à bicicleta, que avisa ao projetor (próximo ao selim) a ação do ciclista.

 


 

O Cyclee ainda não é produzido e, por isso, é impossível de dizer quando ele chegará por aqui. Mas já dá para ver que as “magrelas” vão se destacar ainda mais como meio de transporte em um futuro próximo, não é?

Um baú de fotos automático para você

terça-feira, 16 de junho de 2015

 

Sabe aquela selfie linda que seu amigo tirou de vocês em um momento especial, prometeu enviar mais tarde, mas nunca lembrou de fazer isso? Um novo aplicativo, anunciado pelo Facebook nessa segunda-feira (15), promete acabar com esses “esquecimentos fotográficos”.

 

Até o momento disponível apenas para os Estados Unidos, o “Moments” utiliza reconhecimento facial para vasculhar o “rolo de filme” da câmera do seu celular e, a partir disso, criar uma pasta com todas as imagens em que o rosto de determinada pessoa aparece.

 

 

Depois de compilada a pasta, o dono do smartphone é consultado se quer ou não compartilhá-la com o protagonista dos cliques. Caso a resposta seja sim, mesmo sem ter o aplicativo instalado, o amigo recebe as fotos. O melhor? Esses cliques não são automaticamente publicados na rede social, então a privacidade é mantida.

 

Legal, não é? Agora é torcer para o app chegar logo por aqui. Imagina que surpresa gostosa receber imagens das quais você nem se lembrava mais!

A cara da mãe?

sábado, 13 de junho de 2015

 

O aplicativo do momento não te dá dicas importantes e nem facilita processos da sua vida. Ainda assim, uma pesquisa aponta que ele já foi baixado mais de 1 milhão de vezes e está entre os cinco com mais downloads nos Estados Unidos. Bateu a curiosidade?

 

Simples e divertido, o Like Parent (grátis e disponível para IOS e Android) usa fotos para determinar se uma pessoa se parece mais com a mãe ou com o pai. O caminho é fácil: direto do seu celular, você seleciona a imagem do pai. Na sequência, escolhe a da mãe. E, por fim, indica a do filho a ser analisado.

 

 

A febre ficou ainda maior, porque o resultado dessa brincadeira pode ser compartilhado pelas redes sociais. Assustados com o sucesso do aplicativo, analistas testaram suas funcionalidades e alertam que a porcentagem de compatibilidade com as imagens é totalmente aleatória – ou seja, não tem nenhum método científico comprovado por trás da programação.

 

Então, se quiser baixar o Like Parent, faça apenas por diversão e não esperando respostas concretas, ok?

 

Um estoque de fofuras do seu filho sempre à mão

sábado, 30 de maio de 2015

 

Sabe quando seu pequeno solta uma frase fofa inesperada e você deseja guardar o momento para sempre? A designer e diretora de arte norte-americana Lacy Ellis teve exatamente a mesma sensação ao ouvir o filho de três anos dizer: “Olha, mamãe, a lua acabou de acender”.

 

Partindo da vontade inicial de arquivar esse pensamento lindo e inocente, a designer criou o aplicativo Little Hoot (grátis e disponível para IOS). Com ele, você pode usar os mais variados estilos, molduras, fontes e até fotos da família para anotar a “pérola”, compartilhar nas redes sociais ou até imprimir as melhores.

 

O resultado fica tão lindo que dá vontade de montar um álbum especial ou até emoldurar e transformar em um quadrinho personalizado. Olha só:

 

 

“Mamãe, somos velhas amigas”. Ella, 2 anos.

 

 

“Mamãe, meu coração está partido. Acho que preciso de leite para me sentir melhor. E talvez alguns cookies de aveia”. Maia, 3 anos.

 

 

“Papai, você sabe porque eu durmo tanto? É porque às vezes eu preciso terminar meus sonhos”. Charlotte, 4 anos.

Bye bye, limite de caracteres

segunda-feira, 25 de maio de 2015

 

 

Nem sempre o pensamento do dia ou aquela história divertida sai da cabeça em 140 caracteres. E esse é o dilema de quem usa o Twitter: resumir ao máximo o que vai ser contado ou dividir a narrativa em mais de um post. Já passou por isso?

 

Um novo aplicativo promete resolver esse problema de maneira bem criativa. Com o Chhirp (grátis e disponível para IOS), o usuário pode gravar mensagens de voz de até 12 segundos e divulgar em seu perfil na rede social. Ou seja, ele ainda dá aquela força para quando você não quer ou não pode digitar – mas nada de usar dirigindo, né?

 

 

Para twittar sua voz, é só usar o dispositivo de gravação do próprio app, ouvir o resultado e, se ele estiver do seu agrado, publicar.

 

Estou curiosa para testar essa novidade, que conheci durante um giro pela internet. E você?